top of page
  • Foto do escritorClube FM

Onde assistir ao documentário "Chorão: Marginal Alado" sobre o artista que nos deixou há 11 anos

Alexandre Magno Abrão, mais conhecido como Chorão, deixou sua marca como o vocalista da banda Charlie Brown Jr. e faleceu em 2013, aos 42 anos, devido a uma overdose.


foto: Alex Carvalho


Chorão nunca foi um adepto da escola, preferindo as pistas de skate de Santos, no litoral paulista, às salas de aula. Com o tempo, ele mergulhou na música e suas letras, que ele não usava para estudar, se tornaram hinos da banda Charlie Brown Jr., uma das mais influentes do cenário musical brasileiro.


Músicas como "Dias de Luta, Dias de Glória", "Zóio de Lula", "Só os Loucos Sabem", "Te Levar Daqui", "Céu Azul" e "Ela Vai Voltar (Todos os Defeitos de uma Mulher Perfeita)" continuam a ressoar nos corações dos fãs, mesmo 11 anos após a partida do artista em 6 de março de 2013, por overdose de cocaína.


A história de Chorão é revivida no documentário "Chorão: Marginal Alado", que apresenta imagens inéditas de sua vida e depoimentos de pessoas próximas, incluindo uma entrevista marcante com o baixista da Charlie Brown Jr., Champignon, sete dias antes de sua própria morte, em setembro de 2013.


O documentário expõe o lado humano de Chorão, destacando seus relacionamentos com seu filho, Alexander Magno Abrão, e sua ex-esposa, Graziela Gonçalves, por quem era profundamente apaixonado. Também explora sua carreira musical e sua conexão com sua obra e os fãs do Charlie Brown Jr., incluindo um momento em que ele aconselha uma fã a baixar suas músicas ilegalmente por não ter dinheiro para comprar os álbuns da banda.


Premiado como Melhor Documentário na 43ª edição da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo em 2019, Chorão: Marginal Alado se tornou um sucesso de público em sua estreia nos cinemas e nas plataformas digitais em abril de 2021. Atualmente, está disponível no catálogo da Netflix.



CLUBE 885. Muito mais que rádio!

28 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page