top of page
  • Foto do escritorClube FM

Slash mostra os bastidores compondo música para filmes de terror

O famoso guitarrista do Guns N’ Roses mergulha na criação de trilhas sonoras e destaca a diferença entre fazer música para bandas e para filmes.



// foto: Dena Flows



Slash, mundialmente conhecido por seus riffs cortantes com o Guns N' Roses, está tomando uma nova direção musical. Além de ser um ávido fã de filmes de terror, o guitarrista também é um produtor de destaque no gênero, tendo sua própria produtora, BerserkerGang, e anteriormente comandando a Slasher Films. Mas o que realmente destaca seu envolvimento é sua paixão por criar trilhas sonoras para esses filmes.


Com o lançamento iminente de “The Breach”, produzido por sua produtora, Slash conversou com Brooke Marsden sobre a singularidade de fazer música para o cinema. Ele destaca: “Ao criar música em um contexto de banda, estou simplesmente montando ritmos e riffs. Com trilhas sonoras, estou criando um clima para um enredo.


Embora seja renomado por suas habilidades na guitarra, Slash admite que usar a guitarra em uma trilha sonora real é um desafio. “Eu componho na guitarra, mas é necessário criar a instrumentação completa”, explica.


Sobre seu envolvimento com a música nos filmes de sua produtora, ele esclarece: “Adoro estar envolvido com a música. Eu crio um tema e depois trabalho com um compositor para incorporá-lo ao filme.


No entanto, é a paixão de Slash pelo terror que o impulsiona em sua jornada cinematográfica. Em conversa com a NME, ele revela que sempre foi fascinado por filmes de terror que conseguem assustar verdadeiramente. E, quando pressionado a nomear um filme que o perturbou, ele apontou para um clássico: “A Noite dos Mortos-Vivos (1968) era tão visceral. Foi bastante perturbador.”





A multifacetada carreira de Slash prova que talento e paixão podem cruzar fronteiras. E, à medida que continua a fazer ondas no mundo do cinema, uma coisa é certa: a música continuará a ser sua fiel companheira.



- CLUBE 885. Muito mais que rádio!

7 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page