top of page
  • Foto do escritorClube FM

Blink-182 Reflete Sobre a Vida e a volta de Tom DeLonge em "ONE MORE TIME"

No primeiro álbum gravado com a formação clássica em 12 anos, a banda aborda temas como o câncer de Mark Hoppus e passeia por suas fases punk e emo pop.


// foto: capa de 'ONE MORE TIME'/reprodução twitter

O Blink-182, banda com mais de três décadas de carreira, lança seu décimo álbum de estúdio e marca o retorno do guitarrista e vocalista Tom DeLonge após um intervalo de 12 anos. O novo projeto traz à tona reflexões sobre a dinâmica entre seus integrantes, as constantes entradas e saídas de Tom, bem como os desafios pessoais enfrentados por Mark Hoppus, que incluem depressão e sua batalha contra o câncer.


O álbum "One more time...", lançado nesta sexta-feira (20), pode inicialmente surpreender os fãs de longa data do trio oriundo da Califórnia. Aprofundando-se em temas mais sombrios e maduros, a banda parece seguir o tom mais melancólico presente em seus lançamentos recentes, mas sem abandonar a essência humorística e enérgica que caracteriza sua fase pop-punk.


À primeira audição, o trabalho pode parecer um tanto deslocado, quase como se estivesse fora de sintonia com o tempo atual. As faixas iniciais, com suas melodias mais aceleradas e vocalizações mais intensas, podem dar a impressão de um esforço da banda em tentar reacender sua juventude, evocando imagens de figuras mais velhas tentando se encaixar em um ambiente mais jovem.


No entanto, com o devido tempo e atenção, o álbum revela uma evolução tanto em termos de maturidade emocional quanto musical. Embora ainda contenha doses de humor e sarcasmo, é importante notar que a maioria de seus fãs, que eram adolescentes na década de 2000, amadureceu junto com a banda.


Escute agora:





- CLUBE 885. Muito mais que rádio!

18 visualizações0 comentário
bottom of page